O Curso Boto Fé e seu compromisso para a proteção das mulheres

Março é conhecido como o mês da mulher, e para além dos significados de amor e carinho, existe o lado da força, da coragem e de chefes de famílias.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o percentual de domicílios brasileiros comandados por mulheres saltou de 25%, em 1995, para 45% em 2018, devido, principalmente, ao crescimento da participação feminina no mercado de trabalho.

Não é de hoje que as mulheres ocupam espaços e reforçam a sua importância na sociedade. Junto com a liberdade e as conquistas, crescem também os índices de violência.

A barbárie choca, mas não surpreende quem acompanha a situação de violência contra a mulher no país em um ano no qual os feminicídios cresceram quase 2% no primeiro semestre de 2020, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Nos meses mais críticos da pandemia, entre março e abril, a alta foi ainda maior: em São Paulo o número de mulheres assassinadas por companheiros ou ex-companheiros subiu 41,4% no período.

Não existe justificativa para atos repugnantes, mas existem oportunidades de instrução e combate. O Curso Boto Fé é uma iniciativa da Secretaria da Mulher do Distrito Federal e conta com o apoio da Abrasel/DF – Associação de Bares e Restaurantes.

Um dos objetivos é combater a violência e as estatísticas alarmantes através da educação, pois se sabe que o consumo do álcool pode potencializar os casos de agressões contra a mulher.

Instruir os profissionais homens e mulheres que trabalham com a venda e a distribuição de bebidas alcoólicas é uma forma de promover a conscientização de toda a cadeia, que começa em quem compra e vende e termina em quem consome e as pessoas e comunidade ao seu redor.

O Curso Boto Fé é totalmente online e gratuito, está disponível para qualquer pessoa que trabalhe com bebidas alcoólicas e pode ser feito no site ou pelo Whatsapp. Acesse https://brasiliavidasegura.com.br/curso/, ou envie “Oi” para +55 11 95769-3130, aprenda e contribua para tornar a sociedade um lugar mais seguro e igualitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *